corvo nova_edited.jpg
RESERVA DA BIOSFERA DA ILHA DO CORVO

id

Data de criação

2007

Área 

25852,88 hectares

Localização

Ilha do Corvo, Região Autónoma dos Açores

Concelhos (Freguesias)

Corvo (Corvo)

Dados demográficos (2011) 

430 habitantes

Outros estatutos de proteção

Parque Natural da Ilha do Corvo, Rede Natura 2000, Sítio Ramsar, IBA, Geoparque.

Zonamento

Núcleo: 3027,75 hectares; Tampão: 22749,64 hectares; Transição: 75,49 hectares.

Website 

http://siaram.azores.gov.pt/reservas-biosfera/ilha-corvo/_intro.html

A Reserva da Biosfera da Ilha do Corvo engloba o território da ilha mais pequena e setentrional do arquipélago dos Açores, incluindo uma zona marinha envolvente.

 

Singular e de excecional beleza, a Ilha do Corvo alberga uma significativa riqueza de flora e fauna, incluindo espécies endémicas, sendo considerado um local privilegiado para a observação de aves.

 

Apresenta um valor paisagístico terrestre e marinho de importância regional, nacional e internacional, sendo de destacar o imponente Caldeirão, cratera de um vulcão extinto ocupada por uma lagoa, e a presença na ilha das maiores e mais antigas turfeiras do país. Na zona costeira e marinha saliente-se a presença de recifes ou grutas semi-submersas. 

 

No domínio sociocultural, o Corvo destaca-se pela singularidade de uma ocupação humana muito reduzida e historicamente concentrada num único núcleo urbano: a bela Vila do Corvo.

 

Se a pequenez em área territorial não retira valor ambiental ao Corvo, o diminuto número de habitantes não impediu o desenvolvimento de um rico património cultural.

 

Ao longo dos tempos, os corvenses desenvolveram múltiplas técnicas de exploração artesanal ligadas à produção agrícola, pecuária e pesca. Estas práticas não só levaram alguns a apelidar o Corvo de A Ilha da Sabedoria, como contribuíram para o desenvolvimento de um património natural e cultural muito rico.

 

Destaquem-se, as ruas estreitas da Vila do Corvo, desenhadas para proteção dos ventos fortes, as casas tradicionais, os moinhos que enfeitam a linha litoral, o queijo artesanal do Corvo, as fechaduras de madeira e barretas (gorros de lã) fabricadas pelos artesãos do Corvo, ou as diversas festividades culturais e religiosas, com destaque para o culto do Espírito Santo: todas agregando um vasto conjunto de atividades gastronómicas e convívio social.

Cagarro
Caldeirão
Caneiro dos Meros
Paisagem