Buscar

Biosfera em Conversa: Maria José Silva, Reserva da Biosfera de Santana


Depois do arranque do Biosfera em Conversa com a Presidente do Comité Nacional MaB da UNESCO, Anabela Trindade, é a vez de ouvirmos os gestores das Reservas da Biosfera do país. Como envolvem a comunidade local e quais são os seus locais favoritos nas suas Reservas?

Esta e outras questões são, hoje, respondidas pela Engª Maria José Silva. A Vereadora e gestora da Reserva da Biosfera de Santana, Madeira, acredita que as gentes do seu território poderão ser importantes embaixadores desta Reserva da Biosfera. Saiba porquê.


A nossa primeira convidada desta rubrica - a Presidente do Comité nacional MaB da UNESCO, Anabela Trindade - afirmou que uma Reserva da Biosfera é um laboratório ao ar livre, um espaço de aprendizagem aberto a todos.

O que é, para si, uma Reserva da Biosfera?

Uma Reserva da Biosfera é um território classificado, com fronteiras terrestres e marinhas bem definidas, onde homem e natureza coabitam de forma harmoniosa. Um território único, de gentes singulares, de fortes culturas, com ecossistemas e habitats protegidos e conservados. São espaços que promovem conservação do património natural e cultural, o desenvolvimento económico sustentável do ponto de vista ambiental e sociocultural e o apoio logístico no que toca à investigação, monitorização, educação ambiental e formação.



Qual é o seu local preferido nesta Reserva da Biosfera e porquê?

O Pico Ruivo, situado em pleno Maciço Montanhoso e zona Núcleo da Reserva. É uma das áreas mais preservadas do ecossistema, onde se encontram inúmeras espécies de flora e fauna endémicas e é local de uma vista privilegiada, uma vez que é possível observar uma grande parcela do território da Reserva, desde o mar até à serra.



Quais considera serem as mais-valias e os maiores desafios de trabalhar na gestão destes territórios?

As mais-valias deste território são sem dúvida as suas gentes, as suas tradições e cultura, bem como a sua riqueza natural, com todos os seus ecossistemas, áreas protegidas e classificadas. Há muitas potencialidades relativamente aos serviços de ecossistemas, que podem ser, de futuro, muito mais rentáveis para o desenvolvimento sustentável do território. Quanto aos maiores desafios de trabalho na gestão destes territórios, passa muito por manter e preservar toda esta riqueza natural, cultural e paisagística, bem como envolver as populações locais transmitindo-lhes o sentimento de pertença a uma Reserva da Biosfera e por último, mas não menos importante, contribuir para criar oportunidades de emprego e fixar população.



Acha que a população residente e visitantes podem ter um papel no trabalho de conservação e sustentabilidade que levam a cabo? Como?

Sem dúvida que poderão ter um papel fundamental no trabalho de conservação e sustentabilidade. Para tal, terá de haver por parte do Conselho de Gestão um papel muito ativo na sensibilização das populações e visitantes, de criação de um sentimento de pertença, de auscultação dos atores locais, de criação de oportunidades de desenvolvimento sustentável no território. As gentes das Reservas da Biosfera poderão ter um importante papel como embaixadores, uma vez que vivem e sentem as Reservas como mais ninguém.



Por fim, gostaríamos que partilhasse connosco os projetos e iniciativas, em marcha e de futuro, na sua Reserva da Biosfera. E como os poderemos acompanhar, estejamos por perto ou à distância.

A Reserva da Biosfera Santana, Madeira, tem atualmente em marcha o planeamento e organização do primeiro Festival das Reservas da Biosfera, que será, sem dúvida, desafiador e exigente a todos os níveis. Como prioridades para os próximos anos estão a promoção de uma maior visibilidade e presença da Reserva da Biosfera junto das comunidades locais e regionais. O reforço das capacidades e competências ao nível da gestão e desenvolvimento de iniciativas quer na área da conservação quer de desenvolvimento socioeconómico. O reforço do apoio a atividades de investigação, educação e de difusão do conhecimento, quer no domínio do património natural quer cultural e histórico. A promoção do inventário e mapeamento dos serviços dos ecossistemas nas zonas núcleo da Reserva da Biosfera. Assegurar uma maior presença e participação na cooperação com outras Reservas da Biosfera nacionais e internacionais.

Quer estejam em território da Reserva, quer à distância, poderão sempre acompanhar todas as notícias e novidades a partir do site oficial: https://santanamadeirabiosfera.pt/.